HÁ 23 ANOS A TRATAR
O STRESS DE GUERRA.

Desde 1994 que a APOIAR dá apoio aos ex-combatentes portugueses, vítimas de stress de guerra e às suas famílias. Saiba mais sobre essa ajuda e como a procurar

O Jornal do Stress de Guerra O jornal APOIAR é o órgão oficial da Associação APOIAR e a única publicação periódica especializada no Stress de Guerra em Portugal. É distribuida aos seus associados e a entidades em todo o território

PASSEIO AO DOURO EM COMBOIO
21 e 22 de Outubro

Investigação Científica

Estamos na vanguarda da investigação científica sobre o stress pós traumático. Leia os mais recentes artigos sobre o tema na nossa secção especializada,

ArrowArrow
ArrowArrow
Shadow
Slider

QUEM SOMOS?

A APOIAR - Associação de Apoio aos Ex-combatentes Vítimas de Stress de Guerra é uma Instituição Particular de Solidariedade Social com Estatuto de Utilidade Pública que desde 1994 dá apoio aos ex-combatentes com stress pós traumático e aos seus familiares.

CONHEÇA-NOS MELHOR

COMO POSSO SER AJUDADO?

Se é um ex-combatente com stress de guerra ou um seu familiar saiba como pode ser ajudado. A APOIAR faz parte da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Stress de Guerra e tem departamentos especializados que podem apoiá-lo no seu problema.

NÃO ESTÁ SOZINHO, NÓS AJUDAMOS!

O JORNAL APOIAR

O Jornal APOIAR é a única publicação especializada em Stress Pós Traumático em Portugal. Pode ler o número mais recente, assim como consultar o nosso arquivo, aqui: 

JÁ ESTÁ DISPONÍVEL O APOIAR Nº 103

Facebook APOIAR

Inscreva-se, pela sua saúde mental: ... Ver maisVer menos

5.ª Caminhada pela Saúde Mental

Outubro 21, 2017, 10:00am

Prontos para mais uma Caminhada?
Pois é, a 5.ª Caminhada pela Saúde Mental já está na nossa agenda 🙂
Reserve já o dia 21 de outubro (sábado) e venha caminhar connosco, pelo 5.º ano consecut...

Ver no Facebook

Gostaria de parabenizar esta organização que um dia me ajudou pois sou filha de um ex-combatente do ultramar e que durante anos vivi na sombra de muitos problemas motivados pelo álcool e tudo o que isso implica. No dia que, decidi colocar um basta tudo mudou! Sinto que de alguma maneira ele melhorou, sinto que eu cresci e que jamais poderia ser refém de um trauma que não era meu, mas que me estava a estrangular. Muitas coisas mudaram na minha/nossa vida, desde que decidi dizer SIM À MUDANÇA! A Fatura é dura, mas compensa! Continuo a ter um pai doente, mas que me ama! Continuo a ser GRATA ás pessoas que fizeram a diferença na minha vida e sei que devo isso a outros neste mundo. Os dons devem ser colocados ao serviço! Novos projetos de vida com LISBOA SIM! ... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

EVENTOS

NOTÍCIAS