Rastreio Densitómetria Óssea na APOIAR – 20 de Abril

RASTREIO DE OSTEOPOROSE

O que é a Osteoporose:

É uma doença que se deve á perda de massa óssea. As alterações na sua microarquitectura e na sua resistência podem conduzir a graves complicações, como fracturas, que podem inclusive pôr em risco a vida da pessoa.

Esta perda de massa óssea verifica-se normalmente na sequência das alterações hormonais resultantes de período peri-menopausico e são também muitas vezes consequência da terapêutica com alguns medicamentos, nomeadamente os corticosteróides e hormonas da tiróide. São considerados grupos de risco as mulheres de baixa estatura, de baixo peso, fumadoras, com vida sedentária, que tenham sido sujeitas a intervenções cirúrgicas ao útero e ovários, ou outras em que a osteoporose é de tipo familiar.

Aplicação de guidelines em vigor:

O diagnóstico de Osteoporose é definido segundo os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS), que considera a Densitometria Óssea como padrão máximo para o seu diagnóstico.

Parâmetros avaliados:

T- score, desvio- padrão em relação ao adulto jovem.

O rastreio de Osteoporose

  • O rastreio será composto por um questionário ao utente, relativamente a comportamentos e hábitos de vida, seguido de uma densitometria óssea por método ultra-sónico no calcanhar.
  • Medição através do calcâneo, com densitómetro Sonost 3000.

O resultado será entregue diretamente ao utente, que será devidamente informado, de que estes resultados indicadores, só terão validade depois de verificados e confirmados pelo médico assistente.

Duração média por utente: 10 min.

População alvo aconselhada: Mulheres pós menopáusicas e homens a partir dos 50 anos.

 

Rastreio realizado pela Rastrisaúde

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *