50 anos do início da Guerra Colonial

Hoje, 4 de Fevereiro, assinalam-se os 50 anos do início da Guerra colonial, quando a cadeia de Luanda foi atacada pela UPA (posteriormente FNLA), acto considerado terrorista pelo regime  que matou sete polícias e fez com que Salazar, um mês depois, destacasse uma força armada para a colónia para lidar com os insurrectos.

O conflito alastrou-se às restantes colónias e durou 13 anos.
Durante 13 anos foram milhares os portugueses que combateram nessa guerra. Muitos deles são hoje associados e utentes da APOIAR, que nesta semana deixaram o seu testemunho aos órgãos de comunicação social.
O Diário de Notícias publicou uma peça com várias histórias escondidas, retiradas de testemunhos que recolheu a vários associados da APOIAR que decidiram partilhar com Portugal um lado negro e muitas vezes desconhecido. Preferiram esconder os nomes mas não os seus relatos.
A reportagem foi publicada no dia 28 de Janeiro na revista “NS” do DN e pode ser lida na íntegra nesta ligação:
O Presidente da Direcção, Armindo Roque, deu uma entrevista à TSF, que foi emitida no fórum TSF na manhã do dia 3 de Fevereiro, dedicado à Guerra Colonial e ao aniversário do seu início. O programa pode ser integralmente ouvido na seguinte ligação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *